ContatoFechar [X]

Prumo Pro

CIRCUITO DO JAZZ - Jazz para todos

Em 2004, a Prumo Pro inicia a produção de turnês internacionais de músicos de jazz da Holanda e Brasil. Com o sucesso de público, os shows atraem a atenção de outros artistas e o trabalho ganha continuidade no ano seguinte. Em 2006, a confluência de músicos para os projetos veio ao encontro de um desafio da direção da Prumo Pro e de Toinho Alvez, músico membro do grupo Quinteto Violado. Levar pela os palcos de Olinda – PE um grande festival de jazz.

Vencendo o ceticismo geral do cenário musical da região, que não acreditava na adesão do público a um evento com essas características, foi realizado o primeiro Olinda Jazz. Com o preconceito quebrado, o projeto cresceu a cada ano abrangendo outros estilos musicais também inéditos na região, tornando-se um show do gênero World Jazz.

Em 2008, a Prumo Pro passa a co-produzir o evento. Olinda Jazz ganha versões em Recife e São Paulo, porém festivais com características distintas e com atrações exclusivas. Os artistas internacionais vem da África, Europa e das Américas. Os shows são gravados pela TV Cultura em São Paulo e transformados em especial de fim de ano do canal, atingindo um público indireto de 5.000.000 de pessoas.

A edição de 2009 amadureceu a caminhada dos estilos, desta vez abraçando o gênero world jazz. Com uma noite dedicada ao ano da França no Brasil, feita em parceria com o festival multicultural Quitutes & Batuques. Em São Paulo, o evento acontece novamente no Theatro São Pedro, esticando parte da programação para Heliópolis, realizando um cortejo pelas ruas da comunidade. Em Olinda, acontece a quinta edição do festival, no palco tradicional do evento no Mercado da Ribeira.

Já em 2010, o evento privilegiou o som das guitarras, trazendo dois dos grandes artistas do gênero. Jan Akkerman, ex-integrante da banda ícone dos anos 70, Focus. E o Anton Goudsmit com seu grupo The Ploctones, jazz contemporâneo com energia e apelo popular. O evento também contou com os marroquinos do Imourane Trio com Benjamin Taubikin e artistas locais. Sampa Jazz aconteceu em um dos melhores espaços de São Paulo, o Auditório Ibirapuera, e o Olinda lotou novamente o Mercado da Ribeira.